Animais sobrevivem a acidentes e esquecimentos

Observação minha: de tudo isso, só resta a conclusão que os seres humanos são a cada dia mais imbecis… Deixar animais largados ao sair de férias e não seguir preceitos básicos da posse responsável, como telar as janelas e impedir o acesso à rua, deviam ser considerados crimes.

Recentemente foi um gato que ficou preso na janela de um apartamento em São Paulo nos últimos dias do ano, quando os donos viajaram para passar o réveillon fora de casa, que chamou a atenção para a capacidade de sobrevivência dos animais ao esquecimento, pequenos acidentes e confusões humanas. Mas o caso brasileiro é “pequeno” perto dos exemplos de resistências que gatos, cães, gambás e até patos têm dado quando são vítimas de enganos dos seus esquecidos donos.

Os felinos protagonizaram os mais incríveis episódios, reforçando a máxima de que eles têm sete vidas. Na Carolina do Sul, Estados Unidos, uma gata sobreviveu depois de cair quase 24 metros de uma árvore sem sofrer ferimentos. Piper estava presa na árvore há oito dias quando um homem começou a subir para resgatá-la na última segunda-feira. Piper se assutou com a aproximação, e o galho em que estava quebrou.
No Reino Unido, uma gata ficou presa acidentalmente em uma cabana de jardim por dois meses e sobreviveu lambendo a condensação de água nas janelas. Emmy não foi vítima de negligência ou maus-tratos, ela ficou presa quando seguia seu dono até a pequena cabana-depósito, justamente quando o local estava sendo trancado para a temporada de inverno.
Em Nova York, em meio a um prédio tombado como patrimônio histórico, uma outra gatinha ficou 14 dias presas entre os encanamentos e a fiação elétrica, em uma parede. Os seus miados enlouqueceram os moradores do local. Para salvá-la, os bombeiros foram inclusive autorizados a destruir as paredes históricas de 157 anos.
Uma forte pata quase causou um enfarte em uma americana, mulher de um caçador. Mesmo após ser mantido na geladeira por dois dias, o animal, que tinha sido caçado, ergueu o pescoço e olhou para a mulher assim que a porta da geladeira foi aberta. A pata foi levada imediatamente para um hospital veterinário, onde se concluiu que ela sobreviveu graças ao seu baixo metabolismo.
No começo de 2007, um guaxinim “suicida” causou comoção nacional nos Estados Unidos. Assustado com o movimento de veículos, ele ficou pendurado em um viaduto rodoviário. Quem passava pelo local, chamou os bombeiros. Durante o resgate, ele se sentiu acuado e se jogou do viaduto. Ele aterrissou longe do colchão inflável que os bombeiros tinham instalado embaixo da ponte e, temendo o pior, o corpo do animal foi imediatamente coberto por uma lona. Mas, segundos depois, uma surpresa: o guaxinim sobreviveu e saiu andando, debaixo de aplausos e aparentemente bem.

Potes

A curiosidade animal por potes e latas gerou cenas entre cômicas e assustadoras de gatos e gambás andando com a cabeça coberta por objetos utilitários. Perto de Detroit, um gambá com a cabeça presa em um vidro de molho para salada mobilizou a polícia da cidade de Carrollton. O animal foi visto vagando com o objeto preso na cabeça no estacionamento de um posto policial. Com a intenção de ajudar, o policial James Kellett disparou contra o frasco. O objeto quebrou, mas um colar de vidro continuou em torno do pescoço do gambá, que fugiu.
No Tennesse, as gordurinhas a mais salvaram um gato vira-lata que sobreviveu durante 19 dias com um pote preso na cabeça. A família que o alimentava há anos tentou durante todo o período retirar o objeto, mas o animal fugia. Eles acabaram reencontrando o gato, muito magro e fraco. Para retirar o pote da cabeça do bichinho, utilizaram óleo.

24 Horas News

~ por clauporto em 28 de abril de 2011.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: